quarta-feira, 23 de março de 2011

CONSELHOS PRA JUVENTUDE



“A humanização é a salvação da humanidade”, foram as palavras proferidas por Edgar Morin para um numeroso público de acadêmicos em uma palestra realizada em 2010, na UFRN, Campos de Natal.  Estas palavras, fruto de uma análise aguçada da real situação em que vivemos, fizeram-me refletir o quanto é importante para educadores e artistas engajarem-se nessa perspectiva humanizadora, como o saudoso Paulo Freire mencionava em suas teorias,  pois é através da educação e da arte em todas as suas vertentes, que poderá haver uma sensibilização nesse sentido.
Quando li o livro “CONSELHOS PRA JUVENTUDE”, do professor e poeta José Acaci, vi que o caminho a ser trilhado em busca da conscientização dos jovens nas questões ligadas a humanização da sociedade estava sendo ladrilhado, não por pedras de brilhantes, mas por palavras poéticas cheias de bons conselhos, que chegarão com muito carinho aos corações de todos.
Segundo o Poeta Carlos Magno, o que pode ser visto nos poemas de Acaci são “palavras se plasmando num entrelace de amor a cultura popular”.  Ressalto que, além do seu imenso amor a cultura, ele também estabelece um compromisso precioso com a educação dos jovens, que como bem disse o Jornalista e Professor Iran Marrocos, “[...]são o presente e a mola que ampara e amacia os passos do futuro”.
E como diz os versos: “Não deixe pro fim da vida aquela palavra amiga”, não poderia deixar de falar que o mais novo filho literário, “CONSELHOS PRA JUNVENTUDE”, do grande poeta e educador José Acaci  é uma obra de inestimável valor didático para todos os professores, que assim como ele, preocupam-se em ajudar na disseminação da cultura, dos bons valores e principalmente, da humanização.

Ozany Gomes





LANÇAMENTO DO NOVO FILHO LITERÁRIO DE 
JOSÉ ACACI

O lançamento aconteceu no magnífico Teatro Alberto Maranhão no dia 14 de março, Dia da Poesia. Amigos poetas, músicos, escritores e apreciadores da cultura prestigiaram o amigo José Acaci e, comemoraram juntos, o Dia da Poesia e o nascimento de mais uma literatura potiguar.




Carlos, Carlos Zens, Acaci e Ozany Gomes
 Acaci e Rizolete Fernandes


Acaci e José Luiz
Zé Martins declamando sua poesia.
Acaci, Carlos Zens e Ozany 
Acaci declamando sua poesia.
 Deth Haak a Poetisa dos Ventos.






Poetas Américo Pita e José Saldanha

Poeta José Saldanha







































                 
Poetisa Vivi  Viana e Poeta Roberto Noir

2 comentários:

  1. Um ótimo trabalho de Acaci, já li e aprovei! Não é à toa que sou fã dele!

    ResponderExcluir
  2. Muito agradecida, minha amada, por nos manter informados!

    beijos, querida.

    Joana.

    ResponderExcluir