sábado, 30 de abril de 2011

NATAL E O BLUES: UMA LONGA E RICA HISTÓRIA

O projeto cultural Diálogos Criativos apresentou nesta última quinta-feira (28), no auditório da Livraria Siciliano do Midway Mall, mais um maravilhoso encontro, onde foi possível aprendermos muitas coisas sobre a história do blues, essa expressiva manifestação musical da cultura afro-americana, e como ela foi inserida no cenário musical de Natal/RN.
Sem se apegar a formalidades ou roteiros, os artistas Moisés de Lima, baixista do grupo Os Grogs e Cbi, vocalista da banda Mad Dogs, conduziram o descontraído encontro regado a muita música e interação com o público presente, contando inclusive com participações especiais dos músicos Gustavo, guitarrista da banda Mobydick e Cleiton, guitarrista da banda Backdoors.
Antonino Condorelli, idealizador desse projeto, está mais uma vez de parabéns por essa rica iniciativa cultural.


Acompanhe o projeto Diálogos Criativos através do blog:



Confira algumas cenas do Natal Blus Festival 





SEGUNDA EDIÇÃO DO CAFÉ COM ARTE


Com entrada gratuita, aconteceu na última quinta-feira (28), nos jardins do Teatro Alberto Maranhão, a segunda edição do Café Com Arte. Nesta edição, os presentes puderam ver a performance poética de Edson Moura e a apresentação musical de Ana Fernandes.
Além das apresentações artísticas, houve o lançamento dos livros “Vertentes Criativas da Gravura Brasileira” do artista plástico Dorian Gray Caldas e o livro Mandatários do RN, destinado a contar a história dos governadores do Rio Grande do Norte, organizado pelo Historiador Tarcisio Rosas.
A obra de Dorian Gay faz parte da Coleção Cultura Potiguar que lança neste ano 40 títulos – 30 livros e 10 cordéis – de importantes autores da literatura e da arte norte-rio-grandense, e a obra organizada por Tarcisio Rosas é uma iniciativa do Centro de Pesquisas e Estudos Juvenal Lamartine.
O Café Com Arte é um projeto da Secretaria Extraordinária de Cultura que objetiva aproximar o cidadão de um dos principais centros formadores de cultura. “É um evento que pretende levar cada vez mais cultura ao cidadão natalense” frisa Dione Caldas, diretora do teatro.








Crédito: Anchieta Xavier



quarta-feira, 27 de abril de 2011

EDTAM COMEMORA DIA INTERNACIONAL DA DANÇA


Na próxima sexta-feira, dia 29, a Escola de Dança do Teatro Alberto Maranhão (EDTAM) comemora o Dia Internacional da Dança. O evento será no Teatro Alberto Maranhão e homenageará, dentre outros, o bailarino Roosevelt Pimenta, morto no dia 22 de abril, vítima de complicações decorrentes de um AVC.
Além de Roosevelt, serão homenageados ainda outras três personalidades da dança da cidade de Natal: Diana Fontes, Ieda Emereciano e Edson Claro. Os ingressos estão à venda na bilheteria do Teatro Alberto Maranhão e custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).
Estão agendadas duas apresentações. A primeira, às 16 horas, contará com grupos infanto-juvenis do EDTAM e das escolas Studio Corpo de Baile, Marista, Ballet do SESC, Escola de Ballet Maria Cardoso(solo), Cia. do Movimento, Escola de ballet Maria Cardoso(conjunto), Corpo de Baile da Escola Municipal de Ballet Prof. Roosevelt Pimenta e Grupo Clássico da EDTAM
A última apresentação, às 20 horas contará com a apresentação dos grupos Domínio Cia. de Dança, Mais uma Cia. de Dança, Grupo Mobilidade de pesquisa em Dança e Teatro, Claudia Viana e Jaquelene Linhares, (Com)tatos, Balé da Cidade do Natal, Gira Dança, além da própria Edtam.

ESCOLA MUNICIPAL JOÃO XXIII RECEBE O PROJETO CONCERTO DIDÁTICO

A Prefeitura Municipal do Natal, através da Fundação Cultural Capitania das Artes (FUNCARTE), realiza a 2ª edição do Concerto Didático com a Banda Sinfônica da Cidade do Natal. O projeto do Concerto Didático acontece toda última quarta-feira de cada mês, em uma escola da rede municipal, e tem como objetivo despertar nas crianças o interesse pela música. Durante as apresentações os alunos conhecem um pouco de cada um dos instrumentos que compõe a banda.
Hoje (27), última quarta-feira de abril, o Concerto Didático aconteceu na Escola Municipal João XXIII, no bairro do Alecrim, contando com um público numeroso de alunos, como pode ser visto nas fotos.
  




PARQUE DAS DUNAS RECEBE A 2ª EDIÇÃO DA MOSTRA CULTURAL CAPITANIA DAS ARTES

Banda Sinfônica da Cidade do Natal

A Prefeitura Municipal do Natal, por meio da Fundação Cultural Capitania das Artes (FUNCARTE) realizará no próximo domingo, 1º de maio, a segunda edição da Mostra Cultural Capitania das Artes. O evento acontece no Parque das Dunas, a partir das 16 horas, e contará com a apresentação da Banda Sinfônica da Cidade do Natal. Excepcionalmente este mês, a mostra irá acontecer no domingo, o projeto prevê apresentações culturais na primeira segunda-feira de cada mês.
Fundada no ano de 1982, a banda tem como finalidade apresentar concertos educativos, oficiais e populares, divulgando a música erudita e popular de todos os povos. A Banda Sinfônica da Cidade do Natal tem como maestro o professor José Roberto Silva, natural de Natal, é Bacharel em Música pela Universidade Federal da Paraíba, foi músico fundador da Orquestra Filarmônica Norte Nordeste, participou de cursos de regência e composição com os maestros Eleazar de Carvalho, Ailton Escobar, Isaac Karabichevisk, Marlos Nobre, dentre outros.

Assessoria de Comunicação da Funcarte
Paulo Roberto - 8818 1754
Tatiana Tarquino - 8819.3156
Tel: (84) 3232.8836

sábado, 23 de abril de 2011

CULTURA POTIGUAR É DISCUTIDA COM A MINISTRA ANA DE HOLANDA

Governadora do RN, Rosalba Ciarlini

A governadora Rosalba Ciarlini, o ministro Garibaldi Filho, a deputada Federal Sandra Rosado e a secretária extraordinária da cultura, Isaura Rosado, foram recebidos pela ministra da cultura, Ana de Hollanda, em Brasília. 
A governadora pretende tornar o Rio Grande do Norte referência nacional na Cultura Popular. Para isso apresentou a ministra Ana de Holanda o projeto de ações que o governo pretende desenvolver como: salões, mostras, concursos, publicações e seminários com os principais estudiosos e teóricos da cultura popular. O projeto encantou a ministra, que sinalizou apoio do Ministério da Cultura às iniciativas que serão desenvolvidas para o fomento da cultura no Estado.
A reunião serviu, ainda, para o governo solicitar o retorno dos sete convênios firmados entre a Fundação José Augusto e o Ministério da Cultura no valor de aproximadamente oito milhões de reais. Os convênios tinham sido cancelados no final do ano passado. A ministra Ana de Hollanda prometeu fazer o reexame das solicitações de cancelamento para que o Rio Grande do Norte não perca recursos firmados com o ministério.

CONHEÇA O PROJETO CULTURAL DIÁLOGOS CRIATIVOS


Na quinta-feira, 28 de abril, o projeto cultural Diálogos Criativos realizará às 19:30 no Auditório da Livraria Siciliano, no terceiro piso do Midway Mall, um encontro-show que percorrerá a história de Natal da Segunda Guerra Mundial a hoje na perspectiva do blues, reconstruindo a presença na capital potiguar da mais expressiva manifestação musical da cultura afro-americana, suas influências e as trocas e miscigenações às quais deu lugar.
O encontro, com ENTRADA FRANCA, se intitulará NATAL E O BLUES: UMA LONGA E RICA HISTÓRIA e contará com a participação do cantor de blues MOISÉS DE LIMA e de membros da banda potiguar de blues/rock MAD DOGS. O diálogo estará entremeado por apresentações ao vivo dos artistas facilitadores, que realizarão um SHOW DE BLUES alternado à conversa.
Os Diálogos Criativos é um projeto cultural idealizado e desenvolvido e coordenado pelo jornalista, educador e promotor cultural Antonino Condorelli em parceria com a Livraria Siciliano, o Café Genot e a Faculdade de Excelência Educacional do Rio Grande do Norte (FATERN) e com o apóio editorial do Solto na Cidade, da Tribuna do Norte, da TV Universitária e da Universitária FM.
Saiba mais sobre o projeto Diálogos criativos acessando o blog:

O QUE SEU FILHO DEVE LER DOS 2 AOS 18 ANOS PARA TER UMA BOA FORMAÇÃO

               A leitura é algo imprescindível na vida de todo ser humano, principalmente durante os anos iniciais de sua vida, portanto vale a pena conferir a seleção literária que dezoito competentes educadores escolheram como sendo essenciais para serem lidas da Educação Infantil ao Ensino Médio.
                Confira as excelentes obras através do link:


 http://educarparacrescer.abril.com.br/livros/index.shtml



segunda-feira, 18 de abril de 2011

SECRETARIA DE CULTURA LANÇA EDITAL PARA PUBLICAÇÃO DE LIVROS EM 2012

Secretária Extraordinária de Cultura Isaura Rosado

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte através da Secretaria Extraordinária de Cultura e da Fundação José Augusto publicou, no último dia 12 de abril o Edital N. 002 Cultura Publicações. O documento ficou aberto até o dia 8 de abril para sugestões e recebeu propostas de varios setores da sociedade. A expectativa é publicar, no próximo ano, 30 títulos que farão parte da Coleção Cultura Potiguar. As inscrições para o certame começam no dia 3 de maio e seguem até o dia 3 de setembro.
         Os critérios para a seleção incluem obras que contribuam para o registro histórico das origens potiguares e também para o desenvolvimento de novas linguagens culturais. A Secretaria pretende publicar, além de livros, cordéis, ensaios antropológicos, inéditos de autores consagrados e até quadrinhos.
Para selecionar os livros que serão publicados, a Secretaria já recebeu da UFRN, Conselho de Cultura, editoras e de outras entidades representativas sugestões para integrar o Conselho Editorial que fará a seleção das obras a partir de critérios pré-estabelecidos no edital. Cada um dos 30 títulos a serem publicados terá tiragem de 500 exemplares. Destes, 200 ficarão com os autores e o restante encaminhado para bibliotecas nacionais, à mídia especializada, ao governo e à reserva técnica da Gráfica Manimbu.
Outra novidade é que os autores estreantes terão espaço reservado para essa coleção. Um dos objetivos deste edital é atuar diretamente no fomento e na formação de escritores e leitores. “É mais uma ação do Governo para apoiar e difundir a cultura potiguar através da literatura”, destaca a secretária extraordinária de cultura, Isaura Rosado.
Neste Edital a Secretaria de cultura homenageia o professor Henrique Castriciano. Poeta, intelectual e escritor, Castriciano foi vice-governador do Rio Grande do Norte e fundador da Escola Doméstica de Natal. Em 1906 ele criou uma lei que determinou ao estado a publicação de livros de autores potiguares. 
O edital está disponível  aqui


Fonte: www.secretariadeculturarn.blogspot.com


ENCONTRO DE MEDIADORES DE LEITURA REALIZA LANÇAMENTO DO LIVRO QUE TRAZ EXPERIÊNCIAS DE PROFESSORES


           Estamos diante do livro Oficina para acordar palavras e a formação do mediador de leitura, lançado hoje às 11h00 na SEEC/RN - Secretaria de Educação e da Cultura do Estado do Rio Grande do Norte.  Esse livro traz as experiências vividas em sala de aula, por professores mediadores de leitura e seus alunos. Material riquíssimo para ser compartilhado com todos os amantes da leitura, e em especial, educadores. 
      Esta compilação teve seu início em 2006, quando a SEEC/RN, através da SUEF - Subcoordenadoria do Ensino Fundamental, idealizaram e viabilizaram o Projeto Mediadores de Leitura. Falo portanto, de um projeto genuinamente potiguar.
A execução, monitoramento e avaliação desse projeto são realizados pelas técnicas pedagógicas da SUEF/SEEC - Ana Maria, Edilene Queiroz,  Edna Gomes, Gerlane Félix, Giuliana Pinheiro, Marlene Barreto, Terezinha Omar e Vânia Benevides, e tem o objetivo de formar leitores através da socialização e dinamização de um acervo de literatura como também possibilitar o exercício da cidadania.
            De acordo com a SUEF, o começo desse projeto era uma roda pequena em forma de ciranda que foi aumentando à medida que as escolas foram chegando para dançá-la, abrindo o círculo e segurando nas mãos dos que já estavam dançando. Atualmente essa grande roda de melodia, simples e entoada pelo mestre cirandeiro, o mediador de leituras, e acompanhada pelos seus tocadores e pelos dançarinos, alunos e professores do Ensino Fundamental – anos iniciais, leva para nossas escolas públicas do Estado um acervo de 170 títulos, atingindo as 16 Diretorias Regionais de Educação – DIRED e um universo de 338 escolas atuando no projeto.
O acervo é composto de uma gama de títulos e temáticas. São contos de fadas tradicionais e modernos, livros de poemas que, assim como a ciranda, trazem a lembrança de uma brincadeira muito gostosa, um pedaço de alguma coisa lá dentro que é muito nossa, e quando ela chega, giramos ao sabor das palavras contadas e lidas...
A SUEF diz ainda que, investindo na formação de professores leitores que atuam nos anos iniciais de nossas escolas, permite aos alunos, entre outros aspectos, o contato mais próximo com a leitura, possibilitando-os a explorar outros mundos reais ou imaginários, aproximando-se de outras pessoas e idéias, adquirindo paulatinamente conhecimentos acerca da escrita, da leitura e do seu próprio ser.
São projetos como esse que nos faz acreditar que ainda existem educadores comprometidos com a educação e a cultura, e que em meio a tantas adversidades, fazem a diferença.


Acompanhe o Projeto Mediadores da Leitura através do blog:

PARADOXO EUNIVERSAL... UMA OBRA POÉTICA ADMIRÁVEL



 Maurício Cardoso Garcia mostra-nos no seu Paradoxo Euniversal, poemas que nos leva a refletir sobre a essência do ser humano em harmonia ou não com seu eu, com o outro ou com a natureza, tendo como base o amor, tão imprescindível em todos os ciclos de vida de todos os seres viventes nesse planeta, como também, a valorização do ser e não a do ter, tão presente na sociedade contemporânea, em nome do progresso, imposto pelo capitalismo.
Os variados temas utilizados em toda sua obra suscitam diálogos filosóficos, buscando mostrar que a compreensão do paradoxo leva ao equilíbrio, pois a maioria das coisas que buscamos muitas vezes é contrária ao que queremos, e o que queremos quase sempre é conquistado com essas diferenças.
Só mesmo um poeta filósofo de tamanha sensibilidade como MC Garcia para pensar em tantos paradoxos poeticamente, dando ênfase ao nosso desejo de nos banharmos nesse rio paradoxal e nos divertirmos com o poder das palavras junto com ele.
Ozany Gomes


Poema extraído do livro:

Homem paradoxo

Afinal quem somos?!!!
Somos o que não somos
Somamos e não amamos...
Somos o objetivo do motivo
Sem motivo pessoal
Mas extremamente capital.

Quem afinal somos?!!!
Finalmente somos o que queremos
Sem querermos para sobrevivermos.
Somos a realização do que nunca fomos
Nem sonhamos no desejo de terceiros
Nem realidade dos outros...

Quem somos afinal?!!!
Somos sem afinal infinitamente
A essência própria de todas as milacrias
Sem e com alegria extasia utopia...
Somos e somamos todas as crias das ias
Que vai da democracia à hipocrisia
Com identidade da contradição
Somos a metaforização
Da MULHER PARADOXO
A poesia da negação.

domingo, 17 de abril de 2011

LANÇAMENTO LITERÁRIO NA SICILIANO DO MIDWAY MALL



Prestigiem o lançamento do livro E QUE VIVA A VIDA que traça diálogos sobre questões ecológicas, as vivências e os olhares de cada autor diante da vida e da natureza.
A data do lançamento é segunda-feira, 18 de abril, às 19:00 na Livraria Siciliano, no 3º piso do Midway Mall em Natal/RN. O mesmo foi organizado por Haroldo Mota e editado pela ONG Baobá. Nele pode ser encontrado um texto de autoria de Antonio Condorelli, o idealizador e coordenador do projeto Diálogos Criativos que acontece nas segundas e nas últimas quartas-feiras de cada mês, no auditório da Livraria Siciliano do Midway Mall.

Autores com textos no livro E QUE VIVA A VIDA:

Alexandre Rodrigues
André Amaral
Anne Caroline
Antonino Condorelli
Benilton Lima
Breno Xavier
Cezar Carvalho
Flávio Rezende
Frankleide Matos
Gerlane Silva
Haroldo Mota
Joelma Couto
Magnus Henrique
Maria do Socorro Matos
Márcia Gomes
Nobert Suchanek
Rogério Câmara
Sérgio Pinheiro
Tomislav Femenic


sábado, 16 de abril de 2011

A GRAÇA NA PRAÇA LEVARÁ APRESENTAÇÃO CIRCENSE PARA 10 MUNICÍPIOS DO RIO GRANDE DO NORTE




“A Graça da Praça” é um projeto de circulação de espetáculos da Tropa Trupe. A primeira edição acontecerá no período de 15 de abril a 18 de maio nas praças públicas de 10 municípios do Estado Rio grande do Norte, sendo eles: Sítio Novo, Serra de São Bento, Monte das Gameleiras, Santa Cruz, Caicó, Mossoró, Assú, Ielmo Marinho, São Gonçalo e Natal. O projeto foi viabilizado através do Prêmio FUNARTE Artes Cênicas na Rua – 2010 e conta também, com o apoio das prefeituras dos municípios.
O espetáculo escolhido para circulação “O Equilibesta” é autoral e foi concebido há dois anos em formato de esquete teatral. Mas durante uma estada de quatro meses em Buenos Aires/ARG (novembro de 2009 a março de 2010) os artistas Luísa Guedes e Rodrigo Bruggemann transformaram-o num espetáculo após participarem da Oficina de Direção de Números de Humor, com o consagrado diretor argentino Walter Velázquez.

QUAL É A GRAÇA DA PRAÇA ?
Além do ambiente de socialização e interação, as manifestações artísticas sempre fizeram parte do histórico desses lugares tão significativos no cotidiano das pessoas. Tais manifestações têm se tornado cada vez mais escassas. O projeto visa estabelecer essa relação entre o ator, a praça e o espectador, se contextualizando à particularidade de cada cidade, população e sua relação com o espaço público, procurando incentivar a utilização desses lugares por outros artistas e a população em geral que deseja se expressar artístico e politicamente.
As escolhas da cidades por onde a “Graça da Praça” irá circular não foram eleitas por acaso: Cinco das nove cidades (Mossoró, Caicó, Assú, Santa Cruz e Natal) são algumas das mais importantes do Estado. A presença do “A Graça da Praça” em locais com essas características, tem como principal finalidade obter uma maior visualização do projeto, já que um dos nossos objetivos é a divulgação do grupo e da linguagem abordada pela Tropa Trupe.
As Cinco cidades restantes (Sítio Novo, Serra de São Bento, Monte das Gameleiras e Ielmo Marinho, São Gonçalo) possuem o maior Índice de Exclusão Social (IES) do Rio Grande do Norte. Nestes municípios o intuito é de proporcionar uma vivência artística inexistente no cotidiano dos seus moradores, atingindo as cidades mais desprovidas de atividades relacionadas a cultura.
A expectativa é que mais de 1500 pessoas assistam ao espetáculo apresentado pela Tropa Trupe.

sexta-feira, 15 de abril de 2011

SEGUNDA EDIÇÃO DO PROJETO VOZ EM CANTO

Orquestra Sinfônica da UFRN

Segunda-feira, 18 de abril, é dia de cultura no CEI Mirassol, quando acontece a segunda edição do projeto “Voz em canto”, com o tema Música Erudita. O evento contará com a participação da Orquestra Sinfônica da UFRN, sob a regência do Maestro André Muniz de Oliveira, e do Coral Sinfônico Canto do Povo, conduzido pelo Maestro Padre Pedro Ferreira.
            Música da melhor qualidade para um público que desde cedo tem acesso à cultura diferenciada.
A apresentação começa às 18h30, no ginásio de esportes da escola. E o melhor: com entrada gratuita.

quinta-feira, 14 de abril de 2011

1º ESPETÁCULO POTIGUAR NO TEATRO RIACHUELO: KATREVA DECUPUAR, O SHOW


       Vale a pena conferir o primeiro espetáculo potiguar no palco do Teatro Riachuelo, estrelado pelo humorista natalense Ailton Gonçalvez interpretando a personagem Katreva Decupuar, sob produção de José Neto Barbosa e Davi Phillips. 
            O espetáculo acontece no dia 23 de abril, às 20h00. Ótima oportunidade de prestigiar o artista da terra e dar boas gargalhadas.
           As senhas estão sendo vendidas na loja Corbeluxe, 1º piso do Midway Mall, ao lado da Água de Cheiro. 


Informações:
www.teatroriachuelo.com.br
www.katrevadecupuar.blogspot.com

GALERIA NEWTON NAVARRO RECEBE A EXPOSIÇÃO ORIGENS NORDESTE BRASIL

Ana Selma e sua obra
        A Galeria Newton Navarro recebe no dia 15 de março, a exposição “Origens Nordeste Brasil” da artista plástica Ana Selma. Ao todo serão 80 obras que ficarão aberta ao público até o dia 15 de abril.
       Nessa exposição, os visitantes poderão apreciar duas técnicas, a Papietagem (que usa o balão, folhas de papel e goma de mandioca) e a papier mâché (uma mistura de papel amassado, picado e esmagado embebido em água, coado e misturado com cola). Durante a mostra serão ministradas quatro aulas, onde as pessoas terão a oportunidade de aprender e criar sua própria obra pintando máscaras de papier mâché.
        As peças fazem parte do projeto “Ana Selma Arte Ecológica nas Escolas’’ que tem como objetivo despertar o interesse pela reciclagem, sustentabilidade e aproximar as pessoas das questões ambientais.
        A vernissage acontece no dia 15 de março, a partir das 19h na Galeria Newton Navarro, localizada na sede da Funcarte, Av. Câmara Cascudo nº 434 - Centro.

Fonte: www.agenda.digi.com.br

JOSÉ ACACI CHORA EM VERSOS A MORTE DO POETA IRAN DE BRITO MARROCOS

         
Iran Marrocos (Camisa laranja)

         Vitima de uma AVC, morreu ontem o pedagogo, jornalista, marketólogo, professor, escritor e poeta Iran Marrocos. Atualmente morava em Manaus, mas boa parte de sua vida foi em Parnamirim. Na cidade Trampolim da Vitória, foi diretor da empresa Coca Cola e candidato a vereador. Amava a vida e as letras.
            Iran Marrocos era um apaixonado pela cultura, chegando a militar em vários projetos. Inclusive junto ao poeta José Acaci, que encaminhou a redação do Potiguar Notícias, a seguinte nota:
           “É com extremo pesar que noticio o falecimento na noite do dia 12 de abril 2011 do nosso amigo Iran de Brito Marrocos. Iran foi um exemplo pra mim e para todas as pessoas que o conheceram. Amigo daqueles que a gente lembra com saudades e que, de vez em quando, dava vontade de ligar só pra conversar um pouco e aprender sobre a vida, sobre o mundo sobre tudo. Iran era um poço de sabedoria, de respeito, de bom humor e principalmente amor e amizade. Vai deixar saudades aos amigos da Coca-Cola, onde foi gerente de propaganda por 23 anos, amigos dos Encontros de Violão de Parnamirim, do qual foi apresentador por vários anos, do Beco da Lama, de quem falava com tanto carinho, da Faculdade Câmara Cascudo, onde foi professor, da SPVA/RN, que frequentava e de vez em quando mostrava seus dotes artísticos. Enfim, a todos os muitos amigos que Iran soube ao longo da sua vida prezar, fortalecer e mostrar sinceridade. A emoção da sua perda me deixou incapaz de me inspirar, no entanto encontrei nos meus arquivos esta poesia que escrevi no dia 28 de junho de 2008, quando fizemos uma festa de despedida na sua partida para morar em Manaus com promessa de brevemente voltaria a nossa terrinha.”
         Como poeta José Acaci, encontrou nos versos a melhor forma de homenagear o jornalista Iran Marocos. Eis os versos de Acaci. 

Já faz quase trinta anos
Que eu conheci Iran,
E mais do que seu amigo,
Eu também virei seu fã.
O “baixin” da Coca-cola 
Sempre foi uma escola
De brio e autenticidade,
E foi com esse professor
Que eu aprendi o valor
Da verdadeira amizade.

Num momento muito triste
Que no passado se vai
Senti sua mão no meu ombro
Quando Deus levou meu pai.
Foi ele quem me animou
E depois me incentivou
Com seus presságios fiéis,
A mostrar minha faceta...
A retirar da gaveta,
E publicar meus cordéis.

Um “irmão” é um amigo
Que a natureza lista
Mas “amigo” é um irmão
Que o coração conquista.
Volte pro seio materno
Levando um abraço fraterno
Dos que ficam por aqui,
E nem preciso dizer
Pra você não esquecer
Do seu amigo Acaci.

Você que planta a semente
Da amizade verdadeira,
Vá, porém leve consigo,
Marcas de uma vida inteira.
Leve na sua bagagem
Votos de boa viagem
Que ensejo de coração,
E assino embaixo o que digo:
Mais do que um grande amigo
Você é meu grande irmão.

Fonte: www.potiguarnoticias.com.br

segunda-feira, 11 de abril de 2011

CIRANDA POÉTICA NA SPVA

SOCIEDADE DOS POETAS VIVOS E AFINS DO RIO GRANDE DO NORTE

            A SPVA/RN, convida a todos que gostam de poesia e música para participar do sarau  Ciranda Poética que acontece todos os sábados na Escola Estadual Winston Churchill - Cidade Alta, das 17:00 as 19:00 horas. 
              No último encontro com meus amigos poetas, a tarde não poderia ter sido melhor... uns cantaram, outros tocaram, todos declamam e juntos nos inebriamos num mar de poesias.  As fotos mostram a felicidade de todos em participar desses encontros.

Geralda Efigênia, MC Garcia ( presidentes da SPVA) e Ozany Gomes

 Poeta Dr. José Luiz

 Muito divertida a Ciranda Poética

 Poetisa Arlete Santos

Poeta Pedro Grilo Neto, um dos fundadores da SPVA


 Geralda Efigênia, minha amiga querida





A cantora Leci nos encantando com sua voz.


2011 É O ANO DE MUITAS CONSAGRAÇÕES E HOMENAGENS A HISTORIADORA, ESCRITORA E POETISA LÚCIA HELENA PEREIRA.


Lúcia Helena já recebeu muitas homenagens e consagrações, já desempenhou importantes funções e  foi eleita para importantes cargos representativos a nível nacional e regional de Instituições ligadas ao jornalismo, a literatura e poesia, e a  cultura, diz Carlos Morais dos Santos, escritor, poeta, administrador e editor do blog Cultura e Afetos Lusófonos de Lisboa/Portugal.
Ela foi homenageada nesse ano de 2011 como a mulher do Estado do Rio Grande do Norte, em Natal e eleita para a Academia Cearamirinense de Letras e para a Academia Teófilo Otoni, em Minas Gerais.

Parabéns Poetisa!

 ERA TUDO QUE EU QUERIA
Lúcia Helena Pereira 

Era tudo que eu queria: uma flor singela,
De qualquer cor, com perfume almiscarado,
Pétalas macias, balançando-se ao vento.

Queria o teu silêncio de prontidão,
Anunciando auroras e crepúsculos
Com trombetas sincronizando teu pensamento,
E que eu pudesse ouvi-lo, como canção.

Era tudo o que eu queria: um leve olhar,
Mão de carícia em minha leve ânsia
Suspiro de amor - chama de poesia!

Queria a tua essência em mim, comovida,
Descansando a dor, o sofrimento,
E repousando em leve sono e carinhoso aconchego
Adormecendo em meu seio rosado.

Era tudo que eu queria: teu lábio doce
Molhado do azul rasgando a nuvem
Enquanto eu pudesse beijá-lo, suavemente!

Queria o sortilégio de ser teu pensamento num minuto.
Ilusões esfregando-se em delirantes sensações
E um halo aromatizando jasmins
Num canto bom do seu jardim encantado.

Era tudo que eu queria: de sua presença-ausente,
Vindo em minha direção, num abraço simples,
E um cochicho morno aventurando-se em meu ouvido.

Queria esse seu olhar demorado em minhas entranhas,
Descobrindo caminhos bem escondidos, festivos
Abrindo-se como a flor... abrindo-se
E sua natureza me penetrando, com profundidade.

Era tudo que eu queria, naquela noite, Imagens
Onde a timidez e o recato se sobressaíram
E o tempo - zombeteiro - festejou a recusa dolorida!

Queria sua mão sensual, humedecida em minha lágrima,
Vazando do meu olhar pequenino - lago de desejos,
Num som de águas inquietas...frenéticas, deslizantes
Jorrando de minhas esperas e orgasmos brancos.

Era tudo que eu mais queria!