domingo, 21 de agosto de 2011

ANTONIO FRANCISCO, CONVIDADO ESPECIAL DO CESTA CULTURAL COM A SPVA/RN NO DIA 26 DE AGOSTO


Antônio Francisco Teixeira de Melo, poeta e xilogravurista, nasceu em Mossoró (RN), em 21 de outubro de 1949. Bacharel em História, pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), é compositor, e trabalhou confeccionando placas. Apresenta uma produção de vinte e um folhetos de cordéis publicados, e é autor de dois livros: Dez Cordéis num Cordel Só e Por Motivos de Versos.

Antonio Francisco foi imortalizado pela Academia Brasileira de Literatura de Cordel (ABLC), ocupando a cadeira de número 15, do cearense Patativa do Assaré. Para Xavier (2007), "a eleição pela Academia Brasileira de Cordel para a cadeira anteriormente ocupada por Patativa do Assaré não foi aleatória, e revela a dimensão de sua obra". O articulista afirma que a produção cordelista de Antonio Francisco vem sendo muito elogiada pela crítica literária atual, a ponto de considerá-lo "a grande revelação no campo da Literatura de Cordel do RN nos últimos anos".
A indicação de Antonio Francisco à ABLC na cadeira de Patativa do Assaré foi noticiada em vários jornais de circulação local no Estado. O Jornal O Poti anunciou o acontecimento, chamando "o poeta mossoroense Antônio Francisco, um dos mais importantes nomes da Literatura de Cordel do Brasil" (Jornal O Poti, 21 de maio de 2005).
Não é por acaso que, no sítio Cortina de Vidro, o livro de Antonio Francisco, Dez cordéis num cordel só, está a exposição para venda ao lado das poesias de Drummond, Cecília Meireles, Castro Alves, Manuel Bandeira, Pablo Neruda e Fernando Pessoa.
Para Antonio Francisco, o progresso tecnológico conduz a uma relação predatória com a natureza, rebaixando assim a qualidade de vida humana.

Deth Haak " A Poetisa dos Ventos"

Nenhum comentário:

Postar um comentário