segunda-feira, 26 de setembro de 2011

COMEÇOU O VI MPBECO - FESTIVAL DE MÚSICA DO BECO DA LAMA



PROJETO CULTURAL DIÁLOGOS CRIATIVOS NO SHOPPING MIDWAY MALL

        O encontro, com entrada franca, contará novamente com a participação e a apresentação ao vivo do rockeiro e historiador UGO MONTE, o músico MARCO NAVARRO, o percussionista MARCEL DORE e do guitarrista GUILHERME BEZERRA. A proposta do evento é traçar uma panorâmica sócio-histórica do rock dos anos 1970 explorando o contexto dos Estados Unidos da Guerra do Vietnã ao desencanto juvenil e a fúria punk, fenômenos que influenciaram a cultura e os comportamentos de toda uma geração. O diálogo estará entremeado por interpretações ao vivo de clássicos do rock da década de 1970. O encontro, como de costume, será coordenado pelo idealizador e coordenador dos Diálogos Criativos.
       O projeto é uma iniciativa do jornalista, pesquisador, educador e promotor cultural Antonino Condorelli em parceria com a Livraria Siciliano, o Café Genot e a Faculdade de Excelência Educacional do Rio Grande do Norte (FATERN) e com o apóio editorial do Solto na Cidade, da Tribuna do Norte, da TV Universitária e da Universitária FM.

Fonte: http://dialogoscriativosnatal.blogspot.com/

LIVRO DE CLOTILDE TAVARES CONTA A HISTÓRIA DA RELAÇÃO DA LITERATURA DE CORDEL COM A PUBLICIDADE


O registro de uma das mais valiosas manifestações culturais nordestinas e sua relação com um fenômeno do mundo contemporâneo é o tema central do livro “O Verso e o Briefing – A Publicidade na Literatura de Cordel”. A obra promove um resgate da história dos “folhetos” confeccionados por poetas do interior desde o seu surgimento, passando pelas inúmeras temáticas utilizadas, até chegar a um tipo bem específico de cordel: “o folheto de propaganda”, usado para divulgar produtos, empresas, políticos ou ideias.
A publicação conta como a Literatura de Cordel criou, não apenas uma forma de escrever, mas também de compor, imprimir, divulgar e distribuir, fazendo surgir todo um sistema literário organicamente articulado que preencheu as necessidades das comunidades isoladas e iletradas dos sertões nordestinos. Também são mostrados exemplos de folhetos de propaganda, usados por grandes anunciantes, candidatos, produtos medicinais e diversos outros.
A autora do livro, a escritora e pesquisadora Clotilde Tavares, decidiu escrevê-lo após apresentar um trabalho sobre o tema na renomada Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) de São Paulo. Como o assunto teve muita aceitação entre estudantes e profissionais da área, Clotilde resolveu aprofundar ainda mais suas pesquisas e elaborou o texto publicado pela editora potiguar Jovens Escribas e que vem sendo lançado em diversos Estados Brasileiros.

A autora

Clotilde Tavares nasceu em Campina Grande (PB), mas reside em Natal (RN) há mais de 3 décadas. Formou-se médica, mas trocou a rotina de consultórios e hospitais por uma sólida carreira literária.  Escritora, dramaturga, professora, cronista e pesquisadora, publicou os livros “A botija”, “A agulha do desejo”, “Natal, a noiva do sol” e vários outros.


Clotilde Tavares 
clonews@digi.com.br
(84) 8723-1518

Editora Jovens Escribas:
carlosfialho@jovensescribas.com.br

Fonte: emvoltadaarte.blogspot.com

SHAKESPEARE EM VEZ DE GUERRAS

Foto de Rafael Telles

"Notícia boa, é notícia ruim". Essa máxima do jornalismo sensacionalista foi explorada à exaustão quando o conflito entre polícia e bandidos no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, explodiu na televisão em novembro do ano passado. O lugar é um conglomerado de favelas, reúne cerca de 200 mil pessoas na zona Norte da Cidade Maravilhosa, e pode ser encarado como uma panela de pressão prestes a explodir, mas a ocupação deste fim de semana foi artística e protagonizada pelo grupo de teatro potiguar Clowns de Shakespeare. A trupe subiu, literalmente, o morro para apresentar o premiado espetáculo "Sua Incelença, Ricardo III" sábado e domingo últimos.
O movimento, que reuniu cerca de 15 grupos de várias partes do Brasil e do mundo e atraiu um público eclético formado não só por moradores da comunidade, é parte da série de atividades inserida na segunda fase do projeto "Tempo Festival de Artes". Iniciado em 2010, o primeiro tempo do festival foi marcado por debates, ideias, palestras, pesquisas e estudos sobre conceitos que permeiam as várias vertentes do fazer teatral; o segundo foi dominado por ocupações artísticas, oficinas e apresentações de espetáculos. Dentro da programação, os potiguares ainda ministraram oficina, entre os dias 13 e 15 de setembro para 20 pessoas que servirão como agentes "multiplicadores" dentro da comunidade do Alemão.
"Nunca imaginei que fosse ver algo tão bonito nesse local", declarou Nívea Carvalho, 35, moradora de Nova Iguaçu, Baixada Fluminense, à reportagem publicada no jornal O Estado de S. Paulo desse sábado, que destacava a apresentação dos Clowns de Shakespeare. "Foram quatro meses de pesquisa e contato com os moradores. O Alemão é imenso. Há a ocupação pelo Exército, a situação de sítio. A harmonia só pode chegar por meio da cultura e do lazer", disse um dos diretores do festival, César Augusto.

Yuno Silva – Repórter
Jornal Tribuna do Norte


CANÇÃO E POESIA NO SARAU DE SETEMBRO NA ALIANÇA FRANCESA DE NATAL

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

III ENCONTRO DO CESTA CULTURAL COM A SPVA NO IFRN



Nessa última sexta-feira (30) de setembro, acontecerá o terceiro encontro do Cesta Cultural com a SPVA/RN – Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do Rio Grande do Norte em parceria com o IFRN – Instituto Federal do Rio Grande do Norte – Campus Avançado da Cidade Alta. Na ocasião teremos a presença de poetas, escritores, artistas plásticos, músicos e agradabilíssimas apresentações especiais dos poetas José Acaci e Paulo Tito, como também o vernissage da artista plástica Mozinha Viana de Apodi/RN.

domingo, 18 de setembro de 2011

BRAZUKA JAZZ NA CASA DA RIBEIRA



A ACADEMIA DE LETRAS VAI À ESCOLA


A experiência acumulada pelos imortais da Academia Norte-Riograndense de Letras será compartilhada de maneira lúdica a partir das 9h da próxima quinta-feira (22), quando alunos da Escola Estadual Manoel Dantas participam do projeto Flor e Poesia. Além de aproximar os acadêmicos da comunidade, a iniciativa também pretende incentivar o gosto pela leitura e estreitar os laços estudantis com a poesia e outros gêneros literários. Durante a atividade, ainda estão previstas doação de livros e discos para a biblioteca da escola.
Como está é a primeira edição do projeto, o formato a ser testado pela ANL consiste em promover rodada de debates entre acadêmicos, alunos e professores, exercícios literários e declamação de poemas com o ator Rodrigo Bico. "Será uma conversa bem informal, pois nossa intenção é mostrar que literatura pode ser divertida, interessante e educativa, tudo depende da forma como se aborda o tema", garante Diógenes da Cunha Lima, que levará orquídeas e poemas de Nei Leandro de Castro e de Paulo de Tarso Correia de Melo, entre outros autores, como presente aos cerca de 80 alunos com faixa etária entre 6 e 14 anos. Presidente da ANL, poeta e advogado, Cunha Lima adiantou que a escolha da escola tem a ver com o patrono Manoel Dantas - "um homem visionário, com um perfil que se encaixa perfeitamente com nossa proposta de investimento no futuro desses jovens", justifica.
O poeta explicou que o projeto Flor e Poesia é um desdobramento de outra iniciativa, chamada A Escola vai à Academia: "Como há uma certa dificuldade de locomoção das escolas, resolvemos inverter e ir visitar os alunos", disse Diógenes, que convidou outros acadêmicos para se juntar ao projeto. "Acredito que o resultado seja bastante positivo, pois já conseguimos formar doze academias de jovens nas escolas que participaram do primeiro projeto", lembrou o escritor ao avaliar o legado deixado pelo "A Escola vai à Academia" em cidades como Apodi, São Paulo do Potengi, Natal e Parnamirim.
Ainda não há periodicidade definida para Flor e Poesia, mas a Academia Norte-riograndense de Letras planeja alinhavar com as secretarias Estadual e Municipal de Educação para firmar parceria de tornar o projeto uma atividade regular. "É uma forma de contribuirmos com a melhoria do ensino", acredita Diógenes.


Yuno Silva
Tribuna do Norte

ORQUESTRA SINFÔNICA E CAMILA MASISO NA CONCHA ACÚSTICA DA UFRN

         

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

FELIZ ANIVERSÁRIO DR. RUBENS BARROS DE AZEVEDO!

          Dr. Rubens é Cirurgião Dentista, Escritor, Divulgador e Promotor Cultural, Presidente da SBDE - Sociedade Brasileira de Dentistas Escritores, membro do HIG-RN - Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte/Brasil, membro da Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do RN/Brasil, autor de 15 livros relacionados com temas de saúde oral e geral, educação e formação cívica, desenvolvimento espiritual e intelectual, orientação ética da juventude, etc. Com intensa atividade de publicação de artigos em jornais, revistas, sites e blogues, palestras, colóquios, animação e promoção cultural, coordenação de Tertúlias, é frequentemente convidado a apresentar as suas palestras por todo o Brasil e no exterior, designadamente em Portugal. É galardoado com várias Comendas e Diplomas e detentor de vários prêmios literários no seu campo temático. O SARAUTERAPIA no CRO/RN - Conselho Regional de odontologia é, também, coordenado por ele.
         Querido amigo, te desejo muita saúde e paz para que continue nos presenteando com sua sapiência e preciosa amizade. 

FELIZ ANIVERSÁRIO PROFESSORA GERALDA EFIGÊNIA!!!

         A aniversariante deste domingo é nossa querida escritora, professora universitária e poetisa Geralda Efigênia. Esta linda mulher, nasceu em 18 de setembro de 1958, em Cerro Corá, filha de José Cosme da Silva, poeta sindicalista Zé Milanês (In memorian) e da Professora Aposentada Nenzinha Macedo.
Tem Formação Acadêmica em Pedagogia, pela Universidade Estadual do Rio Grande do Norte, Pós-Graduada em Orientação Pedagógica para o Novo Ensino Médio pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte e Formação Continuada Elementos da Antropologia em convênio com a Secretaria de Estado da Educação/SEEC e UFRN. Exerceu a função de professora de literatura infantil na rede municipal de ensino, onde lecionou por sete anos consecutivos.  Foi gestora no Instituto Padre Miguelinho, por via de eleição direta - gestão democrática, no período de 2006 a 2008. Participou da base de Formação e Profissionalização Docente da UFRN/ Coordenação do Professor Doutor Isauro Beltran Nunez - período 2004-2006.
         Como poetisa publicou o Cordel "Cotidiano da Escola Municipal Mareci Gomes", participa da Antologia Literária da Sociedade dos Poetas Vivos e Afins/SPVA, volumes 5 e 6. Presidiu a Sociedade dos Poetas Vivos e Afins/SPVA - período 2009/2011, atualmente é Técnica Pedagógica da Subcoordenadoria de Ensino Médio da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura/SEEC e Professora de Disciplinas Pedagógicas no Curso de Pedagogia do Instituto Brasil de Pesquisa e Ensino/IBRAPES- Universidade Estadual Vale do Acaraú/UVA e está escrevendo a História do Instituto Padre Miguelinho, em fase de coleta de dados.
               Parabéns amiga querida!!! Muita saúde e paz para você.

LANÇAMENTO DO LIVRO DE DIÓGENES DA CUNHA LIMA NA LIVRARIA SICILIANO

      Na última terça-feira (13), a Livraria Siciliano do Shopping Midway Mall foi cenário para o lançamento do mais novo livro do Dr. Diégenes da Cunha Lima, "Natal uma nova biografia".
       Segundo o professor Diógenes, seu amor por Natal segue um roteiro adolescente, intelectual e amoroso. 

       "Esta cidade-mulher é revelada na linha curvilínea das verdes e brancas dunas, nas móveis curvas do Potengi, no mantra aliciante das ondas do mar, no sol sensual, na delicadeza da brisa mansa, nos incontáveis pistilos da Xanana, nossa flor maior, acrescida por Leila". 
                                                                                                       (Diógenes da Cunha Lima)