quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

NOVA OBRA POÉTICA POTIGUAR


Um infante chorão se fez homem e concretizou as profecias de um cantador tornando-se não só poeta, músico e compositor, mas também um professor pesquisador, que hoje nos presenteia com essa incomensurável obra recheada de poesias, músicas, imagens, história da língua Tupi e histórias de amores numa apologia a sua terra natal, Nísia Floresta.
Eduardo Torres Cordeiro, autor dessa linda obra, é esposo, pai, amigo e profissional dedicado na jornada diária da vida, e nesse momento, digno de parabéns, pois sua obra como diz seu prefaciador Jorge Januário de Carvalho, “[...] resgata em nós um espírito de respeito, valorização e amor ao patrimônio histórico, cultural e natural de nossa gente.” Nos leva ainda a uma nostalgia incontrolável dos infantes que outrora fomos, remetendo a todos que tenha origem em outras terras a sentir saudades das mesmas, como ele sente “Saudades de Nísia” e nos transmite em “Um caderno de música e poesia.”

Ozany Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário